PAVPLUS

Em 20 anos de história, a Impacto desenvolveu solução para inúmeras soluções pare viabilizar o avanço da montagem de estruturas em concreto armado e protendido.

Após difundir o Sistema Pavplan, ganhador do Prêmio Téchne/Pini de Inovação 2015, a empresa continua a inovar e lança o Sistema Pavplus, onde ali a economia em material gerada pela laje nervurada, com agilidade da laje maciça, que vida obter o máximo de produtividade em todos elementos estruturais de uma laje.

O novo sistema veio de uma ideia pensada e trazida para o Brasil proveniente do processo convencional de lajes protendidas americano.

 

GEOMETRIA DA NERVURA

geometria-da-nervura.png
 
Visão tridimensional do Sistema Pavplus. Em laranja estão as fôrmas plásticas 61 cm X 61 cm, em verde o Plasterit 61 cm X 61 cm e em preto o Maderit para Fôrma do Pilar.

Visão tridimensional do Sistema Pavplus. Em laranja estão as fôrmas plásticas 61 cm X 61 cm, em verde o Plasterit 61 cm X 61 cm e em preto o Maderit para Fôrma do Pilar.

 

As fôrmas plásticas da IMPACTO encaixam-se perfeitamente no cimbramento, com modularização de 61 x 61 cm. Para as lajes nervuradas utiliza-se as caixas e para maciças, utiliza-se o Plasterit.

POSICIONAMENTO DOS CABOS (CAIXAS)

 

Com altura de 2 cm, a base tem função de espaçador para tela soldada.

Friso na caixa para fixar a Cadeira garantindo o posicionamento correto.

Cadeira travada pelos pinos na tela.

Tela apoiada sobre a base da cadeira.

Tela fixa a cadeira no eixo da viga faixa.

Com cores diferenciadas a cada 1 cm para facilitar a montagem.

Visando facilitar a montagem dos cabos de protensão, a IMPACTO modularizou sua montagem através do uso de peças padronizadas – as Cadeiras. Elas possuem dimensões padronizadas e se encaixam no eixo central de cada caixa.

 

CADEIRA

TELA SOLDADA MODULAR

 
untitled.232.jpg

No Sistema Pavplus, buscando a máxima produtividade da estrutura, as telas soldadas possuem dimensão que coincide com as caixas plásticas, proporcionando assim um encaixe perfeito e rápido.

O sistema prevê a utilização de telas de aço com quantidades e bitolas vaiadas, aplicáveis a cada projeto. Uma vez que há limite da dimensão das telas para transporte, são previstas dimensões múltiplas de 600 x 245 cm. Outras dimensões devem ser conferidas com o fornecedor.

ARMADURA  DE PUNÇÃO

Armadura de Punção sendo aplicada.

Armadura de Punção sendo aplicada.

Segundo a NBR 6118 – Item 20.4:

Quando necessárias, as armaduras para resistir à punção devem ser constituídas por estribos verticais ou conectores (studs), com preferência pela utilização destes últimos.
O diâmetro da armadura de estribos não pode superar h/20 e deve haver contato mecânico das barras longitudinais com os cantos dos estribos (ancoragem mecânica).
 

ARMADURA NEGATIVA
 

Armadura Negativa e de Punção

Armadura Negativa e de Punção

Segundo a NBR 6118 – Item 20.3.2.6:
 
- Sobre o apoio das lajes lisas ou cogumelo protendidas, devem ser dispostas no mínimo quatro barras na face tracionada em uma faixa que não exceda a largura do apoio acrescida de 1,5 vez a altura total da laje para cada lado. 

 - As barras devem ser espaçadas em no máximo 30 cm e estendidas até uma distância mínima de 1/6 do vão livre na direção da armadura considerada, a partir da face do apoio.
 

Fotos de Obra: